Nárnia #4 - Príncipe Caspian - C. S. Lewis

Autor: C.S. Lewis
Editora: Martins Fontes
2009
108  págs.

Não sei explicar em palavras o que sinto sempre leio os livros dessa série. O autor tem uma narrativa tão simples, detalhada e envolvente que me faz ficar bem atenta a cada capitulo e não parar de ler. Como já vi os filmes várias vezes tenho mais facilidade para imaginar todos os personagens, principalmente os animais. Os ensinamentos inspiradores nessa história só me deixam suspirando e sonhando com um mundo melhor. Acho tão lindo imaginar que crianças e seres aparentemente frágeis, quando juntos são mais fortes que o mais bem treinado exército de vilões. A moral da história é encantadora e motivadora. Como os livros são curtinhos estou me acostumando a ler entre os livros maiores e estou adorando, acredito que ainda esse semestre eu termine esse volume único.

Nesse quarto livro da série As crônicas de Nárnia, os quatro irmãos: Pedro, Suzana, Edmundo e Lúcia estão numa estação de trem voltando para escola na Inglaterra. A exatos um ano após sua primeira aventura em Nárnia (O leão, a feiticeira e o guarda-roupa), lembram da mesma com carinho e saudosismo. E enquanto esperam o trem começam a sentir como se tivessem sendo puxados por algo invisível, de repente se veem numa ilha que se assemelha a uma parte de Nárnia. Acostumados com as chegadas mágicas em Nárnia não estranham a viagem, mas não a entendem e assim começam a desbravar o local e aos poucos percebem que se realmente for Cair Paravel, local onde viveram com reis e rainhas tempos atrás, muita coisa mudou. Aos poucos eles se dão conta que devem estar no futuro em relação ao tempo que eles ali estiveram.

O leitor é apresentado a realidade em que Nárnia se encontra e em comparação ao tempo em que os irmãos e Aslam estiveram lá tudo está mudado para pior. Desde a chegada dos Telmarinos (humanos que ocuparam as terras de Telmar) os animais falantes e os outros seres mágicos foram subjugados e até diminuídos, e as pessoas foram induzidas a esquecerem os mesmos e eles passaram a ser vistos como lendas do passado.

"Nárnia não é a terra dos homens. É a terra de Aslam, das árvores despertas, das náiades visíveis, dos faunos, dos sátiros, dos anões e dos gigantes, dos centauros e dos animais falantes." Pág.316

O Príncipe Caspian deveria ser o rei de Nárnia, mas seu tio o enganou e roubou seu trono. Um dia quando sua vida começa a correr risco Caspian foge para floresta e acaba encontrando os seres mágicos que todos desacreditavam. Os animais após muito debaterem resolvem acreditar que Caspian é a oportunidade deles de trazer a antiga Nárnia de volta. Durante uma batalha contra as tropas do Rei Miraz, Caspian usa um instrumento mágico e acaba trazendo os antigos reis (os irmãos) como reforço nesse luta.
O que será que acontece a partir daí??? Será que Nárnia voltará a ter paz e igualdade??? Só lendo para saber. Garanto que apesar de curtinha a história é muito mais esclarecedora e rica em detalhes que o filme; além disso fico encantada como tudo se encaixa perfeitamente e como o autor consegue tocar em assuntos importantes para o crescimento e amadurecimento do leitor (os valores morais e a importância da tomada de decisão em momentos críticos, o reconhecimento de erros, o perdão, a amizade, a honra etc). Sou fã da narrativa perfeita de C. S. Lewis.

Adoro essa imagem dos personagens humanos no filme:


Enfim é isso gente espero que vocês tenham gostado da minha resenha/opinião sobre esse livro maravilhoso e quem leu deixe seu ponto de vista e os que não leram, espero ter despertado a curiosidade de vocês.

Obrigada por visitar, ler e deixar sua opinião!!!
Não esqueça de deixar o endereço do seu blog para que eu possa retribuir seu comentário, ok!!!???

6 comentários:

  1. Oi Aline!
    Eu ainda não tive a oportunidade de ler nenhum livro das Crônicas de Nárnia, mas gostaria. A história parece ser singela e algumas mensagens que você mencionou me lembraram um pouco as lições ensinadas em Harry Potter, como a força da união e da amizade.
    Esse tipo de leitura é realmente acalentadora. Espero ter a oportunidade de ler um dia! :)
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Aline, tudo bem?
    Ah eu adorei a resenha! Sinto a mesma coisa que você quando leio... É uma leitura muito gostosa, a narrativa é encantadora e consegue nos conectar a todos os personagens e seus sentimentos.
    Ainda não li essa crônica, mas já vi o filme... É claro que a crônica deve ser melhor, então estou ansiosa pra iniciá-la!
    Beijos e boas leituras!
    Ah, queria saber se quer participar de um sorteio que farei mês que vem no meu blog, para comemorar um ano... Qualquer coisa me envie um e-mail :) experimentandolivros@live.com

    ResponderExcluir
  3. Aline! Eu AMO As crônicas de Nárnia e o autor consegue fazer GRANDES histórias em poucas páginas (cada crônica é curtinha, afinal). Eu acho simplesmente sensacional essa relação que a história tem com a Bíblia. E gosto muito dos personagens, em especial Lúcia e Edmundo.
    É um livro que adoraria reler, pena que me falta tempo e tem tantos outros na fila.

    www.amorporclassico.com

    ResponderExcluir
  4. Ótima a sua resenha ;)
    Li crônicas de Nárnia há um tempão... Quando a pilha de livros diminuir talvez eu releia!

    http://foreverabookaholic.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. As cronicas de narnia nunca foi um livro qe m interessou, mas gostei d saber cmo vc ve o livro ^^
    Agarotaeoseulivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá! Adoro as Crônicas de Nárnia! *-* Não tem como não amar né? O problema é que eu tenho essa edição separada, como a imagem que vc colocou aí, só que acredita que só me falta esse livro? O único que não tenho é o do Príncipe Caspian, tanto que quando li, li esse por formato digital. Já fui atrás de comprar mas depois de muuuuito procurar achei por um preço altíssimo que dava para comprar a edição única :/
    Mas é realmente uma história incrível, e descobrimos muitas coisas que não sã contadas nos filmes né.
    Beijo!
    http://booksmanybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir