A Duquesa Rebelde - Christine Merrill


Editora: Harlequim
Selo: Históricos/Regência
(Lido em ebook)
2014 - 292 págs.

Depois que fiquei sabendo que as amigas: Rafaelle do Fascinada por histórias e Bárbara do Versos e notas leram A Duquesa Rebelde e adoraram, confesso que fiquei mega curiosa, já que nossos gostos e opiniões se parecem muito. Demorei a iniciar a leitura, mas quando o fiz não consegui mais parar, fui fisgada de tal forma que ao concluir a leitura não tive como não favoritar e colocar na lista de melhores do ano.

Para quem assim como eu gosta de romances de época, esse é daqueles enredos que te deixam curiosa e empolgada do inicio ao fim. De uma situação armada acabamos vivenciando e acompanhando junto com os personagens momentos de conspirações, segredos, tensão, raiva, revelações, compreensão, admiração, respeito, empolgação, amor e porque não dizer redenção e segundas chances.

A narrativa é em terceira pessoa, vocês já sabem que adoro quando é assim porque não ela fica presa a um único ponto de vista e dessa forma consigo me sentir conectada com todos os personagens.

O foco dessa história fica na família do Duque de Haughleigh, que após um passado traumático envolvendo sua mulher, decide se manter viúvo a dez anos e afastado o máximo possível da responsabilidade de duque e da mansão da família. Mas acaba tendo que voltar devido a morte iminente da mãe. Chegando em casa recebe como último pedido dela que case com uma moça que ela escolheu. Preso a promessa feito a mãe Marcus conhece Miranda Grey e no primeiro momento ele a trata tão mal que seu irmão gêmeo Lorde St. John se aproveita para ficar "amigo" de Miranda e ela acaba sentindo estar se aproximando do irmãos opostos e bem complicados.

Com pais manipuladores nossos irmãos gêmeos cresceram competindo em tudo e dessa forma tornam-se rivais, com um passado cheio de mal entendidos e intrigas, anos de decepções e desesperança, a convivência entre eles tornou-se praticamente impossível, e com a chegada de Miranda o instinto de competição de St. John é reativado e garanto que muitas confusões e situações acabarão colocando o coração do leitor a pulos.

Miranda se apresenta como uma mulher de fibra que chega obedecendo o pedido dos pais para que pudessem com sua nova posição social, resgatar o que eles tinham perdido. Ela não sabia como ser uma dama, mas sabia bem como colocar a mansão em ordem, já que a mesma estava abandonada a anos. Amei quando ela colocou os empregados no devido lugar e despediu aqueles que estavam fazendo coisas erradas e não aceitaram sua liderança. Esse livro mostrou os bastidores da vida "nobre", quase nunca vejo isso nos livros que li.

Confesso que a rixa entre os irmãos mexeu comigo, no inicio não entendi porque tanto ódio e quando descobri pude me colocar no lugar de ambos. Miranda foi essencial e racional para colocar ordem nessa questão, mesmo que antes disso tenha passado por situações delicadas com o cunhado St. John ela soube ser justa e benevolente no momento certo.

Os três personagens mais marcantes dessa história com certeza foram: Miranda Grey, uma protagonista que apesar de sofrida e apreensiva com as mudanças necessárias em sua vida, não ficou de mimimis e fez de tudo para conseguir conquistar seu novo lugar; claro que teve alguns momentos de insegurança e medo, mas com o apoio de seu marido conseguiu se firma e descobrir seu verdadeiro caminho. Os irmãos Marcus (mesmo com seu jeitão duro e teimoso de ser, não conseguia esconder no seu olhar o ser profundo, justo e apaixonado que era) e John (apesar de impertinente, conquistador e sedutor demonstrou toda sua dor e angustia do passado, mas no fim soube aproveitar a oportunidade de superação e seguir em frente). Cada um com seus dramas, traumas, segredos e personalidades fortes conseguiram participar ativamente da história e mexer com as minhas emoções.

Sobre a edição não posso falar muito, já que é um ebook, gostei da capa mas sempre acho que poderia ser mais bonita. Os capítulos em tamanho médio fizeram a leitura fluir bem. Não vi quase nenhum erro de revisão, enfim foi uma leitura bem prazerosa.

Com certeza esse é mais um dos ebooks que leio e que desejaria ter uma edição física, assim poderia emprestar a todos que sei que gostam de Romances de época, mas não leem ebooks, como minha mãe e algumas amigas.

Quotes:

"O que importa não é o que você parece ser e sim quem você é. Apesar das circunstâncias, você é uma lady. Nasceu para ser uma lady. Se você se lembrar disso, as pessoas a tratarão devidamente."

"Estava bastante e verdadeiramente atado a ela por juramento e honra, qualquer que fosse a condição da reputação de Miranda." 

"Você está com medo, não está? Medo do futuro? Bem, droga, eu também, mas sei de uma maneira de passarmos as horas até o raiar da aurora. Honra, virtude e obrigação que vão para o inferno por apenas uma noite, uma noite apenas."

"Ele podia ser rude, mas havia uma ternura no modo como Marcus dissera os votos que a fazia acreditar nas palavras, e a apoiava quando ela estava com medo e dava  a ela seu próprio anel."

"A casa era indirigível, os empregados, intratáveis, o duque, antissocial e alheio ao caos em volta dele. Então depois de vinte minutos de preces rotineiras, ela estava no comando."

"Era melhor governanta que duquesa."

"Não esconda a sua personalidade verdadeira de mim. Desfrute de tudo que a rodeia."

"Ela estava feliz por ele não ser o homem pomposo que ela esperava, ou um homem velho e cansado, ou até um jovem, mas sim o temperamental, rancoroso e teimoso homem com quem ela casara. Um homem capaz de ser amoroso e terno de uma forma que ela jamais pudera imaginar em alguém que, em um primeiro encontro se enfurecera tanto com a simples ideia de casamento."


Gostei dessa imagem que encontrei no google, ela é meramente ilustrativa pelas roupas e 
estilo da época em que a história de A Duquesa Rebelde se passa ok.
Espero que tenham gostado de conferir minha opinião e que leiam essa história, 
garanto que não se arrependerão. Beijos e até a próxima.

Obrigada por visitar, ler e deixar sua opinião!!! 
Não esqueça de deixar o endereço do seu blog para que eu possa retribuir seu comentário, ok!!

Pecados no inverno - Lisa Kleypas


(Fonte imagem: Google)

Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
(Cortesia - Parceria)
As quatro estações do amor
Livro 3 - 2016 - 242 págs.

A leitura desse livro foi mais que prazerosa, me arisco a dizer que me envolvi mais nesse enredo do que nos anteriores. Adorei as histórias de Segredos de uma noite de Verão e Era uma vez no Outono, mas Pecados no inverno me apresentou um casal imprevisível e que teve uma mudança gradual e verdadeira, tornando-se pessoas melhores e que se complementavam. Além disso a história teve uma boa base (para mim quando a história vai sendo construída aos poucos dá mais credibilidade para quem está lendo), teve um certo drama (devido todo sofrimento que a protagonista Evie passou nas mãos dos tios) entre outros, teve momentos de ação e perigos, além de revelações de segredos e claro um final mais que esperado.

Para quem não lembra essa série tem como foco quatro amigas que cansadas de serem rejeitadas começam a correr atrás de possíveis candidatos para marido e ao meu ver a Evie foi a mais inusitada e corajosa até o momento nessa questão. Ela entra no relacionamento ciente que será um casamento de conveniência, mas acaba sendo surpreendida por um sentimento arrebatador.

Nesse livro as amigas de Evie, só aparecem mais para o final da história, o foco fica entre o envolvimento afetivo dos protagonistas, a história de seus passados e a construção do futuro em comum deles.

"Neste terceiro livro da série, a autora nos apresenta o relacionamento de duas pessoas muito diferentes, mas igualmente obstinadas. E dessa relação tão peculiar pode nascer um desejo impossível de conter e um sentimento forte demais para esconder."  Fonte: contracapa

Apesar de Sebastian ter cometido um erro quase fatal no fim da história de Era uma vez no outono, confesso que eu tinha adorado sua participação em toda história e tê-lo como par da protagonista me empolgou e fez vibrar com toda evolução humana que ele teve, além de amar vê-lo sendo conquistado aos poucos pelo jeito da Evie.

Evie também é uma personagem que surpreende devido sua força junto com toda fragilidade mostarda nos livros anteriores. Além de ser teimosa e resistir o possível se entregar a um amor que poderia causar sofrimentos quando tudo que desejava a principio era segurança e um pouco de liberdade.

A autora mais uma vez não deixou de fazer uma crítica sobre a condição da mulher no século dezenove, além de todo sofrimento e falta de direitos que elas tinham. Gosto demais dessas críticas, mesmo que elas não sejam aprofundadas fazem o leitor pensar sobre o assunto e inevitavelmente comparar passado e presente.

Por fim gostei demais da autora ter resgatado o personagem Cam Roham, personagem da série Os Hathaways (já resenhada aqui no blog). Nesse caso conhecemos um pouco mais do seu passado.

A edição segue os padrões já conhecidos da editora, simples mas com detalhes lindos nas primeiras páginas; as páginas são amareladas, as fontes das letras estão em tamanho confortáveis e os capítulos curtos, facilitando assim a agilidade da leitura. A narrativa em terceira pessoa nos possibilita conferir a história como um todo e não apenas pela ótica de um dos personagens.

Quote:

"- Meu passado é um lixo. Nunca poderei consertar as coisas que fiz. (...)  
 - Você não precisa ser nada além do que é. (...) Se pode me amar incondicionalmente, não posso amá-lo da mesma maneira? Sei quem você é . Conhecemos um 
ao outro melhor do que conhecemos nós mesmos." pág.237

Leiam também a resenha da amiga Katielle Borba do Leitura maravilhosa
 
(Fonte imagem: Google)

Agora só falta o livro da Daisy e vejam o que ela deseja:
 
"Minhas expectativas são bastante razoáveis. 
Quero um homem bom, que goste de longas caminhadas 
e livros e seja adorado por cães, crianças ..." pág. 241

E então meus amores gostaram de conferir minhas impressões??? Espero que sim e que leiam essa série porque ela é simplesmente envolvente e empolgante.Para quem já lê e gosta de Romances de época não irá se decepcionar com Pecados no Inverno. Fica a dica!!!

Obrigada por visitar, ler e deixar sua opinião!!! 
Não esqueça de deixar o endereço do seu blog para que eu possa retribuir seu comentário, ok!!

O que estou lendo!!???


(Fonte da imagem: Google)

Não sei como está a rotina de vocês em relação a leitura, a minha anda progredindo vagarosamente, mas em processo de readaptação. Leio um pouco antes de começar a trabalhar e um pouco no meu intervalo, a noite não estou conseguindo ler (tenho tido muito sono, esgotamento visual e mental). Mas estou conseguindo ler um pouco mais a cada dia.

Mesmo sem planejar acabei percebendo que tinha me organizado para ler 
os seguintes livros em setembro:


(Fonte da imagem: Instagram da editora Arqueiro)

Pecados no inverno (lido)


(Fonte da imagem: Google)

A Duquesa Rebelde (lendo em ebook - 70% concluído)


(Fonte da imagem: Blog Lendo e esmaltando)

A caminho do altar (lendo livro físico)

Para quem gosta de Romances de época essa mine maratona, não programada, me deixou empolgada e feliz. Cada uma dessas histórias, apesar de suas semelhanças, destacam-se devido o foco que cada autora dá em seu enredo. Amando todas as leituras. Aguardem que a resenha de Pecados no inverno está quase saindo do forno e seguidamente A Duquesa Rebelde.

Ótimo mês de setembro para todos. Beijos!!!




Obrigada por visitar, ler e deixar sua opinião!!! 
Não esqueça de deixar o endereço do seu blog para que eu possa retribuir seu comentário, ok!!

Notícias!!!


(Fonte da Imagem: Instagram da atriz Hanna Romanazzi)

Olá meus amores, antes de mais nada gostaria de perdi desculpas pelo sumiço. Que eu lembre nunca passei mais de três dias sem atualizar meu blog, mas devido à correria acabei tendo que ficar um pouco ausente para focar na leitura dos livros de parceria pendentes, entre outras coisas. Mas confesso que a falta de comentários por aqui também me desestimulou a me sacrificar para manter o blog atualizado, então decidi que só irei atualizar quando tiver tempo porque assim farei tudo bem feito como gosto e quando tiver algo realmente interessante para contar por aqui, além das resenhas que adoro escrever claro.

Em breve devo postar a resenha de Pecados no inverno que acabei de ler, além de falar um pouco sobre os livros que ando lendo. Espero que todos estejam bem e lendo histórias interessantes e que agregam conteúdo a sua vida.

Beijos e ótimo mês de setembro para todos!!!!


Obrigada por visitar, ler e deixar sua opinião!!! 
Não esqueça de deixar o endereço do seu blog para que eu possa retribuir seu comentário, ok!!

O Salto do Guepardo - Munique Duarte


Autora: Munique Duarte  
Editora: Selo Jovem  
(Cortesia - parceria)  

2015 - 98  Págs

Já conclui a leitura a algum tempo mas só agora consegui compartilhar minhas impressões com vocês, espero que gostem e fiquem curiosos para ler O salto do Guepardo. Confesso que quando o recebi e pude ver sua capa de perto acabei associando com uma Distopia, fiz algumas teorias sobre o enredo, já que tanto a sinopse quanto uma resenha que li sobre ele não entregaram nenhum detalhe que pudesse me prevenir sobre o que eu encontraria. Acredito que esse livro pode ser considerado um suspense psicológico (caso eu esteja equivocada me desculpem) falo isso porque senti um mistério no início, uma tensão e depois que tudo ficou mais claro pude refletir sobre a crueldade e maldade humana.

A narrativa é em terceira pessoa e a ausência de diálogos deixa o início da história um pouco confusa, já que ainda estamos sendo apresentados aos personagens e aos cenários. Confesso que se não fosse minha curiosidade em entender a mensagem que a autora queria transmitir com sua obra e as poucas páginas, 96 no total não sei se teria continuado a leitura, mas ainda bem que continuei porque do meio para o fim o enredo fica eletrizante e não consegui largar até finalizar.

Gosto quando o livro me conquista logo nas primeiras páginas, mas em O salto do guepardo essa conquista acabou acontecendo aos poucos a medida que eu ia entendendo o porquê do jeito de ser e agir dos personagens. Além disso achei muito válida a reflexão sobre a maldade humana e sobre a forma como cada pessoa reage a ela, alguns ficam acuados e sem reação e outros ficam mais agressivos e muitas vezes descontam suas frustrações em pessoas que não tem nada a ver.

O final para mim foi satisfatória e gratificante porque deixou a mensagem de que apesar de todo mal que existe no mundo não devemos mudar quem somos, nem suprimir a inocência e bondade para "vencer essa batalha", devemos sim ser bons porque colheremos bons frutos e se passarmos por momentos de dificuldades é porque precisamos nos fortalecer para no futuro valorizar as conquistas que estão por vir. Além de lembrar que o mundo é composto de pessoas boas e ruins, não podemos apenas viver com medo das ruins.

Enfim aconselho que todos que forem ler O Salto do Guepardo leiam com atenção e determinação para não perder os detalhes e mensagens que a autora transmite em sua história. Aconselho a não desistir por que vale a pena concluir a leitura. Essa é daquelas leitura que mesmo depois de tempos lida você ficará refletindo sobre o que foi abordado na história. Fica a dica de mais uma leitura nacional interessante.


(Fonte da Imagem: Google)

"Na metrópole ninguém percebe quando alguém está aflito ou perdido. 
Soraia era um ponto invisível na multidão." Pág. 7

"Achava-se miúda na multidão. Achava-se imensa na desgraça." Pág. 9

"Com culpa, as pessoas sempre ficam mais caladas. 
E com o silêncio no ar, ele poderia arquitetar seu futuro. 
Ele desejava um futuro de paz." Pág. 30

"O importante era afundar Pitinha na lama. 
Subtraí-lá de uma vez das considerações ternas daquela casa! 
Soterrá-la como um submarino no mar espesso. 
Sem volta ou salvação. Sem dó nem piedade." Pág. 32

"Na cidade grande, ele era um guepardo livre, de cabelos pretíssimos 
e vida quase desconhecida. Na cidade pequena, 
ele era um tatu pequeno e manjado." Pág. 47

Obrigada por visitar, ler e deixar sua opinião!!! 
Não esqueça de deixar o endereço do seu blog para que eu possa retribuir seu comentário, ok!!

O Eterno Namorado - Nora Roberts


Autora: Nora Roberts  
Editora: Arqueiro  
(Cortesia - parceria)  
2016 -  303 págs

Para quem ainda não leu minha resenha do primeiro livro Um novo amanhã, indico que leiam porque nela consegui transmitir tudo que senti iniciando uma nova série da Nora Roberts, além de apresentar os personagens. Nesse segundo livro o enredo segue mostrando como estão a pousada, a fantasma e nossos personagens mais que queridos.
 
A leitura fluiu leve e tranquila, como se estivéssemos lendo sobre amigos íntimos. A autora tem o dom de acolher o leitor de tal forma que o faz sentir parte do enredo, além de despertar o desejo de conhecer o cenário da história, ou seja fiquei louca para me hospedar na Pousada BoonsBoro. A narrativa em terceira pessoa apresenta uma noção geral do que está acontecendo com todos os personagens, adoro.

"Por um instante, em meio àquele suave manto branco, teve a sensação de ter visto uma mulher na janela da pousada, contemplando a paisagem como ela." Pág.88

Para mim um dos pontos altos desse segundo livro foi que a história sobre o passado e os porquês da fantasma Lizzy está na pousada começa a ser procurado e pesquisado com mais atenção pelos personagens, eles encontram algumas peças desse quebra-cabeça, mas as informações definitivas ficam para o terceiro e último livro. 

Assim como no primeiro livro Lizzy acaba sendo a cupido do casal que graças ao um empurrão seu percebe que o sentimento do passado está mais que vivo.
A pousada já está praticamente pronta e sua inauguração mobiliza todos. O foco dessa vez fica nos amigos de infância Owen Montgomery e Avery MacTavish. Seus encontros e desencontros nos colocam para refletir sobre o medo que amigos tem de perder-se caso o relacionamento amoroso não dê certo. Acredito que todos nessa situação fazem esse questionamento. Fiquei torcendo para que eles superassem esse medo e ficassem juntos logo. Avery tem um argumento forte para ter esse medo, devido sua mãe ter abandonado ela pequena e seu pai, ela fica se questionando se esse tipo de comportamento poderia ser hereditário, mas todos os seus amigos tentam a convencer que ela nunca seria como a mãe, já que em suas atitudes ela sempre mostrou o contrário.  

"Não importa o tempo que vai levar - disse ela. Pensou nele, nos dois juntos, no tempo de vida que já tinham compartilhado. - O que importa é o tempo que vai durar." Pág.177

"Tinha esperança que o amor verdadeiro fosse o mais importante. A ponto de durar para sempre." Pág. 188

"Ele planejava, previa, calculava. Era o que fazia, tanto na vida pessoal como no trabalho. Mas não conseguia elaborar um planejamento com Avery, não via com clareza suficiente o caminho a ser trilhado para poder antecipar o próximo passo, calcular o movimento seguinte." Pág.201 

 Imaginei Avery MacTavish assim, mesmo que a do livro tenha 
cabelos mais curtos e olhos azuis(adoro ruivas):

"Ela havia começado a fazer aquelas mudanças alguns meses antes, usando todas as cores possíveis, exceto o seu ruivo natural de rainha guerreira da Escócia." Pág. 20

"O cabelo ruivo, a pele bem branca e a profusão de sardas podiam denunciar a origem escocesa de Avery ... " Pág.22

Assim como em todos os livros da Nora Roberts que li, todos os personagens tem seu destaque e adorei saber como está a vida de Clare, Beckett e as crianças após os ocorridos do primeiro livro.
Hope continua bela, organizada e eficiente como a gerente da pousada e como a melhor amiga de Clare e Avery. Ansiosa pelo último livro, onde ela será o foco. Imagino um relacionamento explosivo com o mal humorado Ryder.
 
Gostei demais da autora ter se preocupado em mostrar que a Justine, mãe dos irmãos Montgomery além de ser uma profissional ativa e cheia de ideias inovadoras para melhoria da cidade, apesar de viúva é jovem e disposta a amar e ser amada. Como os irmãos dizem e todos concordamos: É estranho imaginar nossa mãe namorando alguém, mas precisamos lembrar que ela é uma mulher com desejos como qualquer outra.

De uma forma geral posso dizer que foi uma leitura prazerosa e com personagens marcantes. Para quem é romântico e gosta de livros sobre o cotidiano das pessoas, essa com certeza será uma história que agradará.

Leia também a opinião das amigas:


Trilogia A Pousada:
Livro 1 - Um novo amanhã
Livro 2 - O eterno namorado
Livro 3 - O par perfeito

Obrigada por visitar, ler e deixar sua opinião!!! 
Não esqueça de deixar o endereço do seu blog para que eu possa retribuir seu comentário, ok!!

Lançamentos - Setembro - Editoras Parceiras!!!


Eita mais um mês que se inicia, dessa vez setembro, não sei explicar mais adoro esse mês, tanto que sempre que posso tiro férias esse mês; espero conseguir tirar ano que vem \o/ Hoje vim mostrar, como de costume, os lançamentos das editoras parceiras Arqueiro e Sextante. Espero que assim como eu vocês fiquem empolgados com os títulos e adicionem eles nas suas famosas listas de desejos, ok!!!!???

<<<<ARQUEIRO>>>>

Para os amantes de Romances de época, temos a sequência do maravilhoso Nove Regras a ignorar antes de se apaixonar. O segundo livro da série Os Números do Amor: Dez formas de fazer um coração se derreter da Sarah MacLean promete ser tão empolgante e envolvente quanto seu antecessor. Estou bem curiosa para saber mais dessa trilogia.


 À sua espera, mais um livro da saga Rosemary Beach, de Abbi Glines. Com certeza solicitei esse livro pela parceria porque desde que o personagem Mase (do Texas) apareceu fiquei louca para saber mais sobre ele, além de querer saber como ele se comportaria quando se apaixonasse.

 A autora promete mesclar tristezas da vida real com amores de contos de fadas 
e fazer assim seus leitores suspirar. Tem como não amar!!!!


Meu Deus nem acredito que poderei ler a história de amor dos pais da Emily \o/ ansiosa é pouco, 
mesmo que em ebook. Quem me acompanha??? É grátis viu!!!???


 Alguns dos livros dessa série:

Uma notícia maravilhosa é que teremos Nicholas Sparks em dose dupla! 
     Um porto seguro e O guardião ganham novas edições.  

"Um porto seguro tem todas as marcas registradas dos romances mais amados de Nicholas Sparks: Uma história de amor, segredos e amizades sinceras." - BookPage



Um dos maiores clássicos da fantasia mundial, O feiticeiro de Terramar, de Usula K. Le Guin. A autora é vencedora dos mais renomados prêmios da literatura fantástica e o livro estava sendo aguardado ansiosamente pelos fãs desse gênero.
  
 "Um mundo de fantasia fascinante, comparado à Terra Média de Tolkien 
ou à Nárnia de Lewis." - Amazon


Quem está ansioso por um novo livro da série Myron Bolitar??? Com certeza os leitores de Harlan Coben. Então chega às livrarias, o sétimo livro da série: O medo mais profundo.



 <<<< SEXTANTE>>>

A coragem de ser imperfeito, de Brené Brown, ganha nova capa!

 "Mostrar-se vulnerável pode parecer uma atitude subversiva, mas ter coragem de ousar e nos mostrar como somos de verdade é a única forma de aproveitar todas as oportunidades que a vida tem a oferecer."


Muito amor, por favor reúne pequenos textos sobre o amor do ponto de vista de quatro jovens:
Arthur Aguiar, Fred Elboni, Ique Carvalho e Matheus Rocha. Detalhe só jovens de expressão nas mídias.

   
E então ficaram empolgados com algum desses títulos!!!??? 
Espero que esse mês vocês leiam bastante e tirem algum aprendizado e mensagem positiva para a vida. Matem minha curiosidade, falem nos comentários quais desses títulos chamou mais sua atenção 
e que com certeza irá para lista de desejos.


Para sinopses e maiores informações:


Obrigada por visitar, ler e deixar sua opinião!!! 
Não esqueça de deixar o endereço do seu blog para que eu possa retribuir seu comentário, ok!!